Silenciosos, higiênicos e de personalidade independente os gatos se tornaram uma boa companhia para os seres humanos. Apesar de parecem fortes eles também estão sujeitos a doenças e é preciso ficar atento. As principais doenças virais que podem afetar seu amiguinho são seis, Rinotraqueíte, Calicivirose, Panleucopenia, Raiva, Clamidiose e Leucemia Felina. Hoje vamos falar sobre a Panleucopenia Felina. A doença que também é conhecida como a AIDS dos felinos por que ataca o sistema imunológico do animal.

A Panleucopenia é uma doença viral que afeta os gatos domésticos e apesar de não escolher idade o animal jovem é a principal vítima. Também conhecida como laringoenterite contagiosa ou agranulocitose infecciosa é causada por um vírus da família do Parvoviridae. A Panleucopenia consiste na queda dos leucócitos e desaparecimento dos granulócitos e pode-se evidenciar relativa linfocitose (aumento relativo dos glóbulos brancos denominados linfócitos).

A transmissão se dá pelo contato direto com o animal contagiado, alimentos, água contaminada, excretas e vômitos. Normalmente, um ambiente com muitos gatos corre o risco de infectar todos os outros.

Comumente a Panleucopenia é confundida com envenenamento e por isso é preciso ficar atento aos sinais. O gato infectado apresenta o seguinte quadro sintomático: vômito, perda de apetite, febre por volta de 40°C a 41,5°C, diarreia intensa e constante, depressão, desidratação e o animal pode apresentar uma sensibilidade ao toque no abdome devido a uma gastroenterite.

Se seu amiguinho apresentar esses sintomas leve-o ao médico veterinário com urgência e siga o tratamento indicado. Apesar da taxa de mortalidade ser alta há cura para a essa doença. O ideal é prevenir a doença com a vacina e vermifugação, pois depois que seu amiguinho fica doente os mesmo já não adiantam mais.  A indicação de reforço do vermífugo, pós vacinação, é para a cada 3 meses. Você vera que vermes, como o Ancylostomo, passam a colocar ovos (fecham o ciclo) com pouco mais de 1 mês de vida. O período exato para a vermifugacão e a vacinação devem ser indicados por um Medico Veterinário.

E não esqueça as visitas periódicas ao médico veterinário para um check up na saúde do seu amiguinho. Afinal, queremos que nossos gatinhos estejam sempre saudáveis e felizes ao nosso lado.


Deixe uma resposta